Dra. Dhielly Ribeiro e os Cookies - Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Confira a Política de Privacidade

Pré-Natal de Baixo e Alto Risco

Gestação de baixo ou alto risco

A partir do momento em que a mulher se vê diante de um teste de gravidez positivo é preciso iniciar seu pré-natal. O acompanhamento médico é fundamental para identificar doenças na gravidez ou fatores de risco que a mãe e o bebê possam estar expostos e, consequentemente, tomar as medidas necessárias o quanto antes, visando garantir uma gravidez segura e tranquila.

Se você tiver uma gravidez de alto risco, você ou seu bebê podem correr maior risco de problemas de saúde antes, durante ou após o parto. Normalmente, é necessário monitoramento ou cuidados especiais durante a gravidez. Compreenda os fatores de risco para uma gravidez de alto risco e o que você pode fazer para cuidar de si mesma e de seu bebê.

Às vezes, uma gravidez de alto risco é o resultado de uma condição médica presente antes da gravidez. Em outros casos, uma condição médica que se desenvolve durante a gravidez para você ou para o seu bebê torna a gravidez de alto risco.

 

Fatores específicos que podem contribuir para uma gravidez de alto risco incluem:

  • Idade materna avançada. Os riscos de gravidez são maiores para mães com mais de 35 anos.
  • Opções de estilo de vida. Fumar, beber álcool e usar drogas ilegais pode colocar em risco a gravidez.
  • Problemas de saúde materna. Pressão alta, obesidade, diabetes, epilepsia, doenças da tireóide, doenças cardíacas ou sanguíneas, asma mal controlada e infecções podem aumentar os riscos de gravidez.
  • Complicações na gravidez. Várias complicações que se desenvolvem durante a gravidez podem representar riscos. Os exemplos incluem uma posição anormal da placenta, crescimento fetal menor que o percentil 10 para a idade gestacional (restrição do crescimento fetal) e sensibilização Rh (rhesus) - uma condição potencialmente grave que pode ocorrer quando o seu grupo sanguíneo é Rh negativo e o grupo sanguíneo do seu bebê é Rh positivo.
  • Gravidez múltipla. Os riscos de gravidez são maiores para mulheres grávidas de gêmeos ou múltiplos de ordem superior
  • História da gravidez. Uma história de distúrbios hipertensivos relacionados à gravidez, como pré-eclâmpsia, aumenta o risco de ter esse diagnóstico durante sua próxima gravidez. Se você deu à luz prematuramente em sua última gravidez ou teve vários partos prematuros, você tem maior risco de ter um parto prematuro em sua próxima gravidez. Converse com seu médico sobre seu histórico obstétrico completo.